Make your own free website on Tripod.com
Image of brasao.gif

O Concelho de Mafra

               Mafra. é um lugar geométrico de transição entre a Área Metropolitana de Lisboa e a Região Oeste, é um território de oportunidades abertas, com valores próprios bem patentes na paisagem e no património cultural, constituindo ainda, e felizmente, um caso ímpar no que respeita quer ao património natural quer ao edificado. Concelho multifacetado nos seus aspectos morfológicos e possuidor de extensa costa atlântica de uma beleza singular, pontuada por pequenas praias, geralmente enquadradas por falésias ou arribas rochosas, estende-se por uma mancha geográfica com cerca de 300 Km2, de grande complexidade orográfica, marcada por vales muito encaixados de elevações de perfil duro e bastante declivoso, seguramente na génese do actual modelo da ocupação humana.

Image of SS404.gif

Vista aérea do centro da vila de Mafra

               Do ponto de vista urbano destacam-se três núcleos principais, Mafra, Ericeira e Malveira, polarizando todas as funções mais relevantes e definindo um eixo ou espinha dorsal, pontuando a Norte e a Sul por uma constelação de pequenos lugares, geralmente não ultrapassando os 500 habitantes, que constituem o esteio da actividade de cerca de metade da sua população.
               Quanto ao património natural, avulta, para além da Tapada Nacional, autêntico eco-museu, uma paisagem com características únicas e que, com algumas excepções, ainda permanece intocada, casos por exemplo dos vales do Arquitecto, da Ribeira de Cheleiros e da Carvoeira, ou de pontos da costa como S. Julião e as praias a norte da Ericeira. Relevante ainda a fauna e a flora, em alguns casos endógena, que é possível observar.

Image of SS226.gif
-
Image of SS233.gif
-
Image of SS227.gif

               Quanto ao património edificado, salienta-se a magestosa obra de dimensões quase incomparáveis: o mundialmente conhecido Palácio Nacional, afamado por suas preciosa Biblioteca, e colecção de escultura italiana, como pelos seus dois carrilhões e seis orgãos, conjuntos únicos em todo o mundo. De uma dimensão mais modesta, no entanto, não desprezível, um número considerável de outros exemplos de Arquitectura religiosa podem ser referidos: as igrejas matriz da Encarnação, Azueira, Enxara do Bispo, Milharado, Santo Estêvão das Galés, Santo Isidoro, Gradil, S. Miguel de Alcainça, S. Pedro da Ericeira, os templos rurais da Murgeira, do Arquitecto, de S. Julião, ou mesmo o templo medieval de Santo André, na Vila Velha de Mafra. O Forte da Ericeira, o conjunto de fortes e fortins, que outrora constituíram parte das Linhas de Torres, são peças chave da arquitectura militar regional. As casas de traça tradicional estão dignamente representadas no Sobral de Abelheira, exemplo típico de aglomerado populacional rural, perfeitamente enquadrado no meio envolvente e pela Ericeira, Vila piscatória, que mantém o núcleo original bastante preservado. São de referir ainda as inúmeras quintas, com Casas Senhoriais, espalhadas por todo o Concelho, algumas delas, pelo seu valor arquitectónico e artístico, têm sido objecto de tentativas de recuperação. Para muitos poderão vir a ser traçados projectos de turismo de habitação, turismo rural e agroturismo.

Image of mapa.gif

Mapa do Concelho de Mafra

               Em termos arqueológicos, Mafra é um repositório do passado longínquo. O Penedo do Lexim e a Tholas da Tituaria são casos significativos de arqueosítios, embora muitos outos, de idêntica importância, aguardem estudos mais aturados por parte dos especialistas. Também no que respeita à Arqueologia Industrial o concelho é campo fértil, com os seus moinhos de vento e azenhas, estruturas típicas de produção rural.
               No Concelho de Mafra existem dois Museus de cariz regional, o Centro de Estudos Históricos e Etnográficos Professor Raúl de Almeida e o Arquivo-Museu da Ericeira, ambos albergando peças de valor inestimável e constituindo espaços de reconstituição  histórica e etnográfica.

               De citar ainda a gastronomia, cujo impacto turístico é cada vez maior: o Artesanato, extremamente desenvolvido principalmente no que concerne à olaria; os grupos folclóricos, alguns dos quais tiveram a coragem de encetar trabalho sério de recolha etnográfica; as procissõas, Festas e Romarias que animam o Município   Mafrense, sendo de destacar as Procissões da Quaresma (Mafra), os festejos de Nossa Senhora da Nazaré,
Image of rancho.gif

cujo círio percorre grande parte das suas freguesias, a Romaria da Serra do Socorro (Enxara do Bispo), as Festas da Senhora da Boa Viagem (Ericeira), entre outras. É ainda necessário fazer jus ao famoso mercado da Malveira, visitado todas as quintas feiras por multidão de comerciantes e curiosos oriundos de um aro bastante alargado, bem como a antiquíssima feira dos Alhos, na Vila de Mafra, no terceiro Domingo de Julho.

O Concelho de Mafra abrange 17 Freguesias:

  Azueira   |   Carvoeira   |   Cheleiros   |   Encarnação   |   Enxara do Bispo   |   Ericeira
Gradil   |   Igreja Nova   |   Mafra   |   Malveira   |   Milharado   |   Santo Estêvão das Galés
Santo Isidoro   |   São Miguel de Alcainça   |   Sobral de Abelheira   |   Venda do Pinheiro
Vila Franca do Rosário

Image of voltar.gif

Voltar ao menu


http://www.gosplash.com/